Movimentos de março em Macapá

0 comentários

O mês de março foi movimentado no Aeroporto Internacional de Macapá no que tange à diversidade de aeronaves. Confira um resumo de alguns visitantes do mês:

Aero L-39C Albatros:

De matrícula PT-ZVC, o L-39C pousou em Macapá no dia 14 de março, em escala técnica antes de seguir para seu novo dono, nos Estados Unidos.

Produzido pela tcheca Aero Vodochody, é um avião de treinamento avançado. O L-39C  é um dos jatos de combate mais usados atualmente, em missões de combate leve;









Sikorsky S-92A Helibus:

Em importação, o N276W irá operar na OMNI Táxi Aéreo, como PT-OTR.



Piper PA-46-M600:

De matrícula americana N831CY, o primeiro avião do modelo no Brasil, pousou em Macapá no dia 17 em escala técnica de nacionalização. Foi visto no Aeroporto de Bacacheri, em Curitiba, devendo ter um operador brasileiro. 




Vans RV-10: 







KC 390 fez novos voos à Macapá

0 comentários

Na madrugada da segunda-feira (22/03), uma aeronave multimissão KC-390 Millennium da Força Aérea Brasileira (FAB), do Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1º GTT) – Esquadrão Zeus, transportou mais de 19 toneladas de cilindros de oxigênio líquido para o Estado do Amapá (AP). 

O FAB 2854 decolou às 03h25 (horário de Brasília), da Base Aérea de Belém (BABE), com 293 cilindros de oxigênio líquido, o que corresponde a 19.572 quilos de carga. O pouso, em Macapá (AP), ocorreu às 04h15 dessa segunda-feira (22). A missão ocorre em apoio à Operação COVID-19.

Confira os registros, por Ramon Susssuarana e Fabiano Ribeiro. Fonte: Agência Força Aérea





Último voo da série de visitas do Antonov 124 à Belém

0 comentários
Na manhã deste domingo o último dos três voos programados à Belém operados pelo Antonov 124 Ruslan foi realizado. A aeronave, mesma da primeira visita, de matrícula UR-82008, tocou o solo por volta das 07h50 e partiu rumo à Ilha do Sal, em Cabo Verde na noite deste domingo. As três operações foram tiveram a Vale como cliente no transporte de maquinário. Confira os registros por César Cardoso e Giovany Cruz:





Antonov 124 faz segunda viagem à Belém

1 comentários

Nesta quarta o Antonov 124 da Antonov Airlines cumpriu a segunda de três viagens entre Melbourne, na Autrália, e Belém. O UR-82029 tocou o solo do SBBE pouco depois das 18h, procedente de Orlando, nos Estados Unidos.

No entanto, um imprevisto com uma aeronave no Aeroporto Internacional de Val de Cans causou atraso de cerca de uma hora e meia no pouso da aeronave ucraniana. No meio da tarde, durante a chuva, um IAI 1124A Westwind II da Brasil Vida, de matrícula PR-BVB, teve um pneu furado após o pouso e precisou ser rebocado da pista 06/24, que ficou impraticável durante o processo de locomoção da aeronave. 

Assim, na incerteza do tempo de liberação da pista principal do SBBE, já se preparando para possivelmente alternar para Caiena, na Guiana Francesa, o o Antonov 124 teve que efetuar órbitas nos arredores de Macapá. Felizmente, a pista 06 do Val de Cans foi reaberta a tempo para o cargueiro concluir sua viagem à capital paraense.

Durante as órbitas do AN-124, a expectativa foi grande entre os entusiastas de aviação no Pará e ao redor do mundo. A aeronave chegou a ficar na primeira posição no ranking de monitoramento do Flight Radar 24. Além disso, a escuta aérea de Macapá (que engloba o Centro Amazonico), ficou entre as 10 mais ouvidas do mundo no LiveAtc.

O UR-82029 deverá decolar para Cancún, no México, no fim da manhã desta quinta (04), cumprindo jornada até a Austrália, antes de regressar à Belém para o último dos 3 voos à Belém.

Confira os registros, por César Cardoso, Fernando Almeida e vídeo de Giovany  Cruz:

Boeing 737 Max 8 volta a operar em Macapá

0 comentários

Assim como Belém, após cerca de dois anos, Macapá voltou a receber voos operados pelos Boeing 737 Max 8, da Gol. Na tarde de ontem (01), os voos G31814 e G31967, entre Brasília, Macapá e Belém (e regresso), foi operado pelo PR-XME, um dos Max da frota da companhia. 

Existem mais voos previstos para este mês operados pelo 737 Max, no dias 04, 11, 18 e 23 de março.

Confira os registros do retorno do Max à Macapá, por Ramon Sussuarana: