Boeing 787-9 Dreamliner da LATAM Brasil pela primeira vez em Belém

0 comentários

Mais um dia histórico para o Aeroporto Internacional de Val de Cans, em Belém. Às 13h de hoje, pela primeira vez, o SBBE recebeu um Boeing 787-9: Trata-se do PS-LAA, primeiro avião do modelo com matrícula nacional, pertencente à filial brasileira da LATAM, recém transferido da divisão chilena (ex-CC-BGO). Ao todo, quatro aeronaves chilenas serão incorporados à LATAM Brasil.

Vale lembrar que outros Boeing 787 Dreamliner, já estiveram em Belém, porém na versão -8: Ethiopian, Air Austral e LOT Polish.

O voo

Cumprindo voo de certificação do modelo junto à ANAC, o LA9000 decolou pela manhã de Guarulhos com destino ao Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus. À requerimento do órgão regulador, durante o trajeto o voo foi desviado para Belém, desvio que não é incomum em voos de certificação, haja vista a necessidade de averiguação pelos inspetores da ANAC das mais diversas situação que podem ocorrer em voo, inclusive a possibilidade de alternar. 

Pousando pela pista 06, a aeronave seguiu táxi via 02 até o pátio principal, sendo parqueada na posição 6A, permanecendo em solo por cerca de uma hora, antes de prosseguir para a capital amazonense. 

Com pouco menos de dois anos de uso, o PS-LAA (s/n 38483) é um modelo da versão -9, com capacidade para 304 passageiros em duas classes. A LATAM Brasil pretende operar as aeronaves do modelo inicialmente em voos para Madrid, Nova Iorque e Miami.

Confira os registros, por Raphael Magalhães, César Cardoso, Diego Gomes e Caio Finotello:


Boeing 737-400F da Total pela primeira vez em Belém

0 comentários

 Na tarde da última terça (21 de setembro), procedente de Campinas, pousou pela primeira no Aeroporto Internacional de Belém o Boeing 737-400F, da Total Linhas Aéreas. O cargueiro, matriculado PS-TLA, é recém incorporada à frota da Total Cargo, em operação desde agosto. Por volta das 14h45 o TLA decolou rumo ao Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro.

Confira os registros, por César Cardoso: