B-3804: "On The Road" em Macapá

Ao ser lançar em uma aventura, prever uma rota é ideal, mas, saber que os desafios no caminho podem o levar à outro, com certeza faz parte do enredo. O casal chinês Liang Hong e Zhang Xinyu já contam em seu diário de bordo com outras jornadas por diversos locais mundo afora, com os feitos exibidos num programa chinês, tais como, visita à Somália, na primeira edição do "On The Road" denominado "The Ultimate Trip" no ano de 2013, na sequência se casaram na Antártica durante a "The Global Wedding" e dois anos após a primeira edição o casal realizava suas aventuras pelas terras do oriente médio, a qual fora denominada "The Journey to Middle East".  Na quarta e atual edição é que o casal encontra em seu caminho o aeroporto de Macapá, e como dito no início, o pouso na capital Amapaense não estava nos planos até se depararem com a tradicional chuva vespertina na cidade de Belém. Denominada "Circumaviation" a quarta edição teve início na Rússia e a rota planejada era seguir o caminho de volta para a China, chegando nas Américas pelo Alasca para posterior travessia para a África, fase da viagem em que o Brasil foi incluído com pousos previstos em Belém e Fortaleza. A aeronave escolhida para a primeira jornada, com os aventureiros pilotando, foi o modelo chinês Harbin Y12 de matrícula B-3804, o qual pertence a China Flying Dragon Aviation e esta equipado com tanques extras a fins de aumentar a autonomia. O pouso do Harbin em solo amapaense se deu por volta das 15:10 (horário local de Macapá) da sexta-feira (31), horas após a aeronave ter saído de Paramaribo (Suriname) com destino a Belém e ter enfrentado condições adversas de meteorologia na chegada à cidade paraense, motivo pelo qual solicitou seguir para Macapá como alternativa. Depois de alguns dias em solo, o Y12 seguiu para a capital Cearense de onde deve iniciar sua travessia rumo ao continente Africano. Esse visitante de tão distante, nos fez recordar de outro longíquo, o Gippsaero australiano VH-BYI, o qual esteve em Macapá no ano de 2010 e guarda algumas semelhanças com os atuais aventureiros, pelo fato da dupla de pilotos ter realizado o feito de serem os primeiros a dar a volta ao mundo em uma aeronave de mesma nacionalidade de seu registro, naquele caso da Austrália, feito este que está sendo realizado também pelos chineses, mas, no caso atual a aeronave é chinesa.  
  






0 comentários :

Postar um comentário