Surinam Airways: A única Internacional de Belém


   A companhia aérea estatal do Suriname, há 50 anos se mantém, praticamente, com as mesmas rotas de seu início, se notando apenas a substituição dos equipamentos. Sua relação com Belém beira a seu debute, este que vos escreve nem era nascido, e os timetable da empresa já contemplavam Belém como um dos destinos.

PZ-TCN em BEL


   Em meados de 2009, substituia seu Macdonnel Douglas MD-82 por duas aeronaves Boeing 737-300 e o Boeing 747-300 pelo Airbus 330-300, o último para atender a ligação com a Capital Holandesa. Atualmente uma terceira aeronave para suas rotas de média alcance está sendo preparada na TAP M&E, em Porto Alegre, já tendo recebido a pintura da companhia e realizado testes de voo na semana passada.



Charter SLM em MCP

TCN na final RWY06 de BEL

   No mercado de voos internacionais em Belém, a companhia experimenta um monopólio nas ligações internacionais a partir de SBBE, fruto da saída da caribenha Air Caraibes, assumindo desta forma a ligação com a Guiana Francesa. Nos primeiros meses deste ano a Suriname pode ter transportado cerca de 4 mil passageiros, já que segundos dados da Infraero 4.079 passageiros de voos internacionais embarcaram ou desembarcaram em Belém. Com certeza esse monopólio não é bem visto, pois, a população sonha ver a Capital das Mangueiras sendo atendida por uma grande bandeira, seja em ligação para a América do Norte ou mesmo a União Européia, todavia não devemos menosprezar a única Internacional de Belém.


TCO pousando em MCP

   De certo é que a SLM já planeja alçar novos voos, após o seu retorno para a Guiana, ligando-a à Miami, há agora a pretensão de se chegar até Nova Iorque em meados de 2013, seja de forma direta ou mesmo via algum outro destino,  endossado pelo anúncio da saída da Delta Airlines da Capital Georgetown no início do próximo mês, com alegações de baixa demanda para a rota.

TCN retornando ao Hub em Paramaribo

        

2 comentários :

  1. Nunca gostei dela, sei lá, companhia estranha, só com aviões velhos e rotas estranhas, mas é exatamente o que Belém oferece a qualquer turista né ? Então tá mais do que justo.

    ResponderExcluir
  2. Viajei com a SLM no trecho BEL-CAY-PBM e gostei muito, o serviço é padrão!

    ResponderExcluir